Regulamento do CBRFB

O Conselho Brasileiro da Raça Fila Brasileiro visa o aprimoramento e seleção da raça Fila, conforme o Padrão 225- CBKC/FCI.

Nesta gestão vamos lutar pela tipicidade conforme o padrão. Pretendemos eliminar a cada dia que passa, cães atípicos do plantel da raça.

Estamos abertos a ideias, que possam sempre melhorar a criação.
 
 O que um conselho pode fazer e deve fazer?

Igual a todos os conselhos de raça, o CBRFB pode aconselhar a CBKC em todos os assuntos pertinentes a raça Fila Brasileiro. Sendo a CBKC soberana para acatar ou não o conselho.

O CBRFB não é um clube, é somente um orgão de acessoramento da CBKC. O conselho só poderá realizar exposições especializadas em nome da CBKC. Não sendo o conselho um clube, não poderá ter sócios, nem cobrar anuidades.

Como funciona um conselho?

Os Estados das regiões se comunicam com o conselheiro regional. Os conselheiros regionais se comunicam com o coordenador. O coordenador se comunica com a administração da CBKC.

O conselho da raça existe para ajudar no aprimoramento da Raça e não obriga nenhum criador a seguir suas normas, participa quem quer criar e selecionar seriamente com o aval do CBRFB. A credibilidade da raça é importante dentro do Brasil e exterior. 

O conselho vai incluir a volta de regulamento de criação, e lutar pela tipicidade da raça.


Para mais informações sobre o conselho acesse: www.cbrfilabrasileiro.wix.com/cbrfb  "

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES:
NOVO REGULAMENTO DO CBRFB - GESTÃO 2016 11/01/2017 
BOLETIM INFORMATIVO DO CONSELHO BRASILEIRO DA RAÇA FILA BRASILEIRO (CBRFB) 31/10/2016 
BOLETIM INFORMATIVO DO CONSELHO BRASILEIRO DA RAÇA FILA BRASILEIRO (CBRFB) 31/07/2016 
BOLETIM INFORMATIVO DO CONSELHO BRASILEIRO DA RAÇA FILA BRASILEIRO (CBRFB) 02/05/2016 
BOLETIM INFORMATIVO DO CONSELHO BRASILEIRO DA RAÇA FILA BRASILEIRO (CBRFB) 01/02/2016 
BOLETIM INFORMATIVO DO CONSELHO BRASILEIRO DA RAÇA FILA BRASILEIRO (CBRFB) 04/01/2016

PRÓXIMOS EVENTOS

© Copyright CBKC 2016 - Todos os direitos reservados.
Design by Victor Zilves & Powered by Marcio Lopes.